loader

Quase 500 processos de clonagem de carros estão em análise no Ceará


De janeiro a junho, 100 novos casos suspeitos foram registrados no estado. Detran orienta que motorista deve fazer B.O. e abrir processo administrativo.

g1



No Ceará, quase 500 processos de clonagem de placas de carros estão em análise, entre casos de janeiro de 2015 a junho de 2016. Só este ano, no primeiro semestre, foram 100 novos casos suspeitos. O trabalho de análise é realizado por uma comissão do Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran), que afirma ser o único no país com uma comissão só para analisar casos de clonagem e fazer a troca da placa.

O superintendente adjunto do Detran, Daniel Barreto, orienta que, para provar a clonagem, é preciso seguir um passo a passo. Registrar um boletim de ocorrência é a primeira atitude, já que essa é uma investigação da polícia. Depois, o motorista deve ir ao Detran abrir um processo administrativo.

É necessário reunir a documentação do carro e, se possível, provas de que houve a fraude. "Mesmo que não tenha provas robustas, que às vezes é complicado mesmo, mas que faça esse registro no Detran para que seja apurado, porque dentro das próprias ferramentas do Detran a gente pode apurar também se está acontecendo efetivamente essa clonagem".

Seis pessoas, entre peritos e advogados, analisam a documentação. É preciso fazer uma vistoria detalhada no veículo para ter certeza que se trata do original. Se o clone for apreendido pela polícia, não é necessário trocar a placa.

"Isso é um assunto muito grave. Trocar a identificação de um veículo é como se eu trocasse o nome de uma pessoa. É um processo que precisa ser bem apurado, porque é uma janela para fraude também. Essa é a preocupação e, muitas vezes, é por isso que demora um pouco, porque a prova é complexa?, descreve Daniel Barreto.

Sete erros do clone

O dentista Laurindo Mesquita conta que foi vítima de uma clonagem. Ele lembra ter recebido uma ligação de um homem querendo comprar o carro, que não estava à venda. Logo depois, começaram a chegar as multas supostamente cometidas no Maranhão. "Eu estava viajando, com meu carro parado, e sendo multado no Maranhão. Recebi três multas de uma vez só, fiz recurso, todos os meus recursos foram negados".

O carro com as placas clonadas chegou a ser parado em uma blitz, e foi mostrado em uma reportagem na televisão - um carro quase igual, com as mesmas características e documentação. Laurindo chegou a listar sete erros que diferenciavam o carro dele do clone: friso lateral, sensor de estacionamento, câmera de ré, uma batida na parte da frente, tom do fumê e dois adesivos.

Ele diz ter dado entrada em março com uma reclamação. O Detran informou que o carro clonado foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal no Maranhão. Por isso, a placa do veículo original não precisa ser trocada. Duas multas da própria PRF foram analisadas e anuladas.

Veja também

Educação 01/04/2016

Detran MT capacitará cerca de 20% dos servidores da autarquia

Este ano, entre os meses de janeiro e março, cerca de 65 servidores serão capacitados em cursos nas áreas de licitações e contratos, termo de referência, pregoeiro, patrimônio, motivação e auto estima.

Nos Detrans 25/05/2016

Servidores do Detran são presos por esquema fraudulento com CNH em Sobral CE

Segundo as apurações do Ministério Público, estava em curso um esquema de \"venda de habilidades\" em processos de habilitações fraudulentas de condutores de veículos automotores em Sobral.

Nos Detrans 09/03/2016

Detran DF recebe treinamento para instalação de faixas elastoplásticas

Profissionais da 3M ministram curso com técnicas de instalação da faixa de pedestre