loader

Detran SP pede que jogadores não capturem pokémons enquanto dirigem

Órgão fez o alerta de forma bem humorada pelo Twitter; veja outros cuidados para se tomar




A Tribuna



Com o lançamento do Pokémon GO, ocorrido no Brasil nesta quarta-feira (3), quem antes estava angustiado, sem saber quando poderia jogar, agora não apenas desfruta do game, como também posta os monstrinhos capturados nas redes sociais. O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo - Detran-SP, no entanto, preferiu usar a internet para alertar os jogadores sobre os perigos de se utilizar o jogo enquanto dirige.




"Até o jogo avisa", diz a mensagem, se referindo ao alerta que o próprio aplicativo do game emite ao perceber que o usuário está jogando em alta velocidade. O tweet cobra que o caçador de monstrinhos não se distraia com os pokémons no trânsito, acompanhado de um gif bem humorado.

Além de poder ocasionar acidentes, fazer uso de um celular enquanto dirige é considerado infração média do Art. 252, inciso VI do Código Brasileiro de Trânsito. A punição é de quatro pontos na habilitação e multa de R$ 85,13. A partir de 5 de novembro, porém, a sanção aumenta. A infração passará a ser gravíssima, com multa de R$ 293,47 e adição de sete pontos na carteira.

Veja outros cuidados para se tomar

Não dirigir é apenas um dos cuidados a serem tomados enquanto se joga Pokémon GO.

A febre faz com que milhares de pessoas caminhem pelas ruas olhando as telas de seus celulares, o que despertou a atenção do governo japonês, que publicou uma cartilha para a utilização do jogo, temendo atropelamentos e roubos. Entidades de proteção à infância dos EUA também demonstraram preocupação, após casos de assaltos, furtos, acidentes de trânsito, tiroteio e até um caso de tentativa de estupro.

Por isso, A Tribuna On-line preparou algumas dicas para os fãs de Pokémon terem em mente enquanto jogam o novo game.

1 - Não baixe a guarda

Se, naturalmente, você caminha pela rua atento ao que acontece ao seu redor, para não ser vítima de um assalto, por exemplo, não deixe de fazer isso só porque sua atenção está voltada ao jogo. Deve-se ficar ligado da mesma forma, ainda mais por estar com umsmartphone na mão.

2 - Não vá até onde você não iria normalmente

Preste atenção até onde você está indo. Não invada propriedades privadas ou vá para ruas consideradas perigosas ou em horário inadequados, que não iria normalmente se não fosse pelo jogo.

3 - Cuidado com emboscadas

Pessoas mal-intencionadas podem usar a sua localização para te atrair até pokestops - locais que servem para aumentar o estoque de pokebolas, por exemplo - e armar emboscadas. Uma boa ideia é sempre levar um amigo enquanto estiver jogando. Informações falsas sobre onde um monstrinho se encontra também podem te transformar em vítima de armadilhas.

4 - Avise antes de sair de casa

Os menores de idade devem pedir permissão aos pais antes de sair de casa para jogarem pokémon GO, para deixarem os responsáveis a par do que foram fazer na rua, em um horário em que geralmente não sairiam de casa. Se algo anormal acontecer, também, é recomendável avisá-los imediatamente.

5 - Pais devem conversar com os filhos sobre o jogo

É recomendável que os pais tenham uma conversa sobre o pokémon GO com os filhos, expondo as preocupações cabíveis para que os jovens entendam quais são os pontos de preocupação dos responsáveis.




Veja também

Nos Detrans 29/01/2016

Detran PR barra carros de autoescolas com DPVAT atrasado

Normativa passou a valer nesta quinta-feira (28) em todo o estado. Testes práticos só serão autorizados após comprovação de pagamento.

Nos Detrans 08/04/2016

Detran BA aguarda a decisão judicial sobre exame toxicológico

O sistema impede a emissão da CNH-Carteira Nacional de Habilitação  nas categorias C, D e E - por conta da resolução do Denatran que exige o exame toxicológico na  obtenção ou renovação de habilitações  desses profissionais
Nos Detrans 18/05/2016

Em dois dias de greve, Detran deixa de fazer 400 exames práticos

A greve atinge 80% dos servidores efetivos da Capital e de 70% a 100% no interior, onde várias agências estão fechadas.