loader

Deputados e especialistas pedem atenção para profissionais que transportam cargas


Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados discutiu as condições de trabalho dos profissionais de transporte de carga


Jornal Floripa



O XVI Seminário Brasileiro do Transporte Rodoviário de Cargas reuniu, nesta quarta-feira (31), em debate na Câmara, deputados e especialistas que pediram mais atenção aos profissionais que trabalham com o transporte de cargas. O evento foi promovido pela Comissão de Viação e Transportes.

O autor do requerimento para realização do evento, deputado Gonzaga Patriota (PSB-PE), afirmou que a crise no País afetou as empresas e os trabalhadores autônomos e, consequentemente, o número de caminhões nas estradas.

"A crise que está no País, que não é apenas uma crise econômica, obrigou muita gente a comer menos, e bastou isso para diminuir, em muito, o número de caminhões fazendo transporte de mercadorias no Brasil", afirmou Patriota.

O parlamentar também pediu apoio da Câmara aos projetos que envolvem o transporte de cargas e destacou que esse setor contribui para a economia, para o desenvolvimento e para as exportações do Brasil.

Menos acidentes 

Já a diretora geral do Departamento de Polícia Rodoviária Federal, Maria Alice Nascimento, disse que as discussões em torno do tema devem ter como foco a vida desses profissionais. Segundo Maria, os acidentes nas rodovias do Brasil diminuíram em mais de 40% nos últimos anos. "Nós trabalhamos pela vida", afirmou.

O presidente da Comissão de Viação e Transportes, deputado Washington Reis (PMDB-RJ), afirmou que o transporte rodoviário de cargas é a base econômica do Brasil. "É com muito orgulho que a gente apoia esse setor que é a vanguarda do nosso País. A gente sabe que quando esse setor desistir do Brasil, o Brasil para mesmo. É a base da economia, a base de tudo", declarou o parlamentar.

Marco Regulatório 

De acordo com a deputada Christiane de Souza Yared (PR-PR), autora de projeto de lei (4860/16) que institui normas para o Marco Regulatório do Transporte Rodoviário de Cargas, o objetivo do seminário foi ouvir representantes da área para que todas as reivindicações sejam contempladas no documento.

"Essa junção de forças é importante, e esperamos que vocês realmente tragam ferramentas e contribuam. O que nós queremos é melhorar o transporte de carga no País, mas melhorar para vocês. É uma luta e o problema é do tamanho do território nacional, nós temos muito trabalho pela frente" disse Yared.

Otimismo 

O secretário de Política Nacional de Transportes, Herbert Drummond, mostrou otimismo ao destacar a importância do seminário ao reunir representantes de diversos órgãos em prol da classe.

"O seminário é de extrema importância para esse momento difícil que estamos passando. Estamos vivendo um momento de elaboração do marco regulatório, e não tenho duvida da qualidade e importância desse evento para o avanço do transporte rodoviário de cargas", afirmou o parlamentar.

Competição 

Como sugestão, o presidente executivo da Associação Nacional dos Usuários de Transporte de Carga, Luis Henrique Baldez, disse que o marco regulatório deve determinar que não seja possível definir um valor único de taxas e outros valores que envolvem a negociação no transporte de cargas.

"Esse setor é economia de mercado, é competição, é preço livre; não há possibilidade de uma pulverização dessa ter alguma regulação quanto a tarifa, preço, valores econômicos das relações entre embarcador e transportador. Isso é de livre negociação", explicou.

Veja também

Normativa 22/03/2016

Lei Seca notifica 52 motoristas por embriaguez ao volante no final de semana

Ainda durante as ações, foram realizadas 57 notificações diversas, totalizando 109 autuações. Nove veículos foram removidos ao pátio de custódia do órgão.

Normativa 08/03/2016

MPE MS investiga cobrança irregular de multas em radares e lombadas

Dados de inquérito mostram de 112 radares e lombadas existentes em Campo Grande e em cidades do interior de MS, 42 deveriam ter sido verificados até o dia 1º de março.

Educação 18/07/2016

ONSV reforça a importância das setas para comunicação no trânsito

Dispositivo indica as intenções do condutor nas vias; não usá-las é considera infração grave