loader

Câmara aprova prescrição de multas de trânsito em cinco anos

A proposta altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei9.503/97), que hoje não determina prazo de prescrição para as multas.


A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 1526/11, do deputado Carlos Manato (SD-ES), que determina que as multas de trânsito prescrevem em cinco anos. A proposta altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei9.503/97), que hoje não determina prazo de prescrição para as multas.

Atualmente, só prescrevem as penas de suspensão do direito de dirigir e de cassação da Carteira Nacional de Habilitação. Para o relator da proposta na comissão, deputado Alceu Moreira (PMDB-RS), a medida vai aliviar os depósitos dos órgãos de trânsito, que estão superlotados de veículos apreendidos por não pagamento de multas atrasadas. Moreira foi favorável ao projeto e às emendas aprovadas na Comissão de Viação e Transportes.

"Hoje nós temos, por exemplo, nos Detrans, uma quantidade enorme de veículos que estão amontoados em todos os depósitos, e você vai ver o contencioso deles é multa. O veículo tem uma quantidade de multa que o dono não pode pagar, então não busca mais. O departamento de trânsito acaba não fazendo leilão, porque também tem multa e tem que ressarcir, então cria um grande empecilho. A prescrição libera todo esse processo", explica o deputado.

Para Rafael Alves, advogado especialista em Código de Trânsito, o projeto consolida uma jurisprudência que já vem sendo utilizada. "No Código de Trânsito não existe expressamente estabelecido um prazo prescricional para a cobrança de multas, no entanto, os tribunais já vêm se utilizando de um entendimento de que este prazo, para a fazenda pública e para os departamentos de trânsito, é um prazo de cinco anos contados de quando a multa se torna definitiva".

Durante o período em que estiver inadimplente, o condutor está sujeito às penalidades do Código de Trânsito, como ter o carro apreendido, e também não pode fazer a transferência da propriedade do carro. Pela proposta aprovada, o prazo de prescrição das multas de trânsito começa a ser contado 30 dias depois de o condutor receber a notificação.

Como tramitava em caráter conclusivo, o projeto está aprovado pela Câmara e será analisado agora pelo Senado.

Fonte: http://www2.camara.leg.br


Veja também

Educação 09/08/2016

No Dia do Pedestre, OBSERVATÓRIO destaca cuidados com a segurança

Dados da Seguradora Líder-DPVAT apontam que 18% das indenizações do DPVAT em 2015 foram destinadas a acidentes envolvendo pedestres


Educação 04/05/2016

Campanha chama atenção para índices de acidentes de trânsito no AC

Maio Amarelo será lançada na quarta-feira (4) no teatro da Ufac, na capital. Ações também devem alertar sobre uso correto da faixa de pedestre.

Nos Detrans 13/02/2016

Detran RO apreende 197 veículos e autua 442 pessoas no carnaval em Boa Vista

Operação 'Carnaval Seguro' durou 4 dias e abordou mais de mil pessoas. Maior número de autuados foi por veículos com documentação atrasada.